A hora certa de usar o fio dental

Muitos pacientes têm dúvidas sobre o momento correto de usar o fio dental. Eufio dental os recomendo que SEMPRE façam isso ANTES da escovação.

O que as pessoas precisam entender é que mesmo que elas não sejam capazes de sentir os restos alimentares entre os dentes, certamente essas partículas estarão lá, e podem não ser devidamente removidas pela escova.

Ao passar o fio dental com delicadeza, antes de escovar os dentes, retiramos o “grosso” das áreas mais difíceis e deixamos o caminho livre para a passagem das cerdas da escova, da espuma da pasta dental e do fluxo de água, complementando devidamente a limpeza.

Essa higienização tão eficiente já não acontece quando a pessoa deixa o fio dental para depois da escovação, pois aquela pequena área do dente e da gengiva onde estava localizada a partícula alimentar não terá se beneficiado de todo o processo de limpeza.

Dito isso, devemos salientar que o fio dental é FUNDAMENTAL para prevenir a doença periodontal, conforme atestam estudos científicos, e que, além disso, é eficaz para prevenir a cárie sim!

Após nos alimentarmos, as bactérias que vivem naturalmente na boca começam a agir sobre os resíduos (mesmo que sejam microscópicos) que ficam depositados nos dentes e nas gengivas, transformando-os em ácidos que irão passar por processos de fermentação que levarão à destruição do esmalte dos dentes. Essa corrosão, que evolui para o surgimento de uma cavidade que se não for tratada vai se tornando cada vez mais profunda, até atingir a raiz e levar à perda da unidade dentária, é a chamada cárie – um quadro bastante doloroso e inestético.

Mas além de dar origem às cáries, os restos orgânicos que ficam na superfície dos dentes, ou entre eles, dão origem à formação de placa bacteriana (biofilme). Esta, por sua vez, nada mais é do que uma colônia de bactérias “alimentadas” por esses resíduos que não foram devidamente removidos, sendo que a região preferencial de alojamento e proliferação da placa é bem no espaço entre o dente e a borda da gengiva – e é aí também que surge a gengivite, o primeiro sinal de alerta para a doença periodontal, uma patologia que pode ser gravíssima, se não for tratada a tempo.

Recurso mecânico, acessível e de fácil utilização, o fio dental pode evitar tudo isso. Basta que esteja sempre à mão e que seja devidamente usado após cada refeição, antes de escovarmos os dentes. É uma medida simples, que evita muitas complicações!

fio dental

Dra. Marlei Bonella,
Periodontista e Implantodontista