Periodontite severa

Enquanto as cáries são um problema muito claro na cabeça das pessoas e, felizmente, a maioria consegue ter clara a imagem mental do que é esse problema, o mesmo não ocorre com a Gengivite e Periodontite.

E olha que estimativas dão conta de que, hoje, mais de 90% da nossa população apresenta algum foco de Gengivite!

Ainda vamos ter oportunidade de fazer diversos posts aqui no blog, falando sobre as definições científicas dessas doenças, suas causas, seus efeitos, riscos etc.

Mas, para já, nada melhor do que apresentar imagens que sirvam para alertar: CUIDADO COM A PLACA BACTERIANA, PESSOAL!!!

O paciente da foto é um indivíduo do sexo masculino, na casa dos 30 anos, que apresentava cálculo (a placa bacteriana já em estágio evoluído, já mineralizada) supra e subgengival.

Nesse estágio, ele já apresentava gengiva de coloracao vermelha, edemaciada (inchada), presença de secreção purulenta nos premolares superiores e canino inferior direito. Ou seja, Periodontite severa (conforme é possível ver na primeira foto).

A primeira fase do tratamento periodontal chamamos de terapia periodontal básica: orientação de higiene bucal e raspagem subgengival.

Em seguida, foi realizado o exame periodontal, que é feito no próprio consultório. São feitas seis medidas em cada dente, com um instrumento chamado sonda periodontal. A partir dessa avaliação é que se diagnostica se há necessidade de cirurgias periodontais ou não.

Imagens mostram dentes de paciente com Periodontite antes e depois da raspagem periodontal. Caso também exigirá cirurgias, por causa das bolsas periodontais detectadas.
Imagens mostram dentes de paciente com Periodontite antes e depois da raspagem periodontal. Caso também exigirá cirurgias, por causa das bolsas periodontais detectadas.

Neste paciente, a raspagem já serviu para melhorar enormemente o aspecto da boca (conforme se vê nas fotos), removendo bastante cálculo e combatendo muitos focos de infecção.

Entretanto,após o exame verificamos que ele também apresenta bolsas periodontais em muitos dentes. Isso exige também a realização de cirurgias periodontais, que já começamos a realizar.

O que ocorre é que,dependendo do estágio da doença, só com as raspagens subgengivais não se consegue eliminar todo o problema, porque o cálculo pode estar muito apical – ou seja, mais em direção às raízes dos dentes. Aí é preciso recorrer a processos cirúrgicos para a eliminação da bolsa periodontal (inflamação gengival e perda óssea).

Para a realização da cirurgia, é importante que a gengiva ja se apresente com uma condição melhor, já desinflamada, para que a cicatrização seja satisfatória.