Por que trocar a dentadura por uma prótese total fixa?

Quem usa dentadura sabe bem dos inconvenientes do acessório e, claro, bem preferia ter os dentes naturais de volta. Isso, obviamente, não é possível. Mas, em muitos casos, é possível devolver a essas pessoas uma sensação maior de conforto, melhor funcionalidade e também melhor estética, por meio das próteses totais fixas.

Nesses casos, o implante NÃO é feito dente por dente. Faz-se a instalação de

Esquema mostra como funciona uma prótese total fixa.
Esquema mostra como funciona uma prótese total fixa.

seis a oito implantes na arcada e, sobre eles, instala-se a prótese total fixa. Isso pode ser feito tanto na arcada superior quanto na inferior.

Além de todos os benefícios estéticos e para a vida social do paciente, a substituição das dentaduras por próteses totais fixas dão a essas pessoas importantíssimos ganhos funcionais. Fala e mastigação melhoram sensivelmente, o que também impacta em toda a saúde global desses indivíduos.

A condição para a substituição das dentaduras é a existência de tecido ósseo e gengival para receber as próteses. Quando o paciente teve perda desses tecidos, devido à perda longínqua dos dentes naturais, existe ainda a possibilidade de se fazer enxertos que permitirão a realização do procedimento.

Quando não há a etapa de enxertos de tecido ósseo ou gengival, geralmente a instalação dos implantes é feita seguindo os seguintes passos:

  • Realiza-se uma sessão de instalações dos implantes (peças de titânio);
  • Depois disso, aguarda-se cerca de quatro meses para que ocorra osseointegração;
  • Após esse período, faz-se a reabertura, que é a troca da tampa do implante por um peça denominada cicatrizador, que servirá de guia para o tecido gengival, preparando-o para a adaptação da prótese sobre implante, que depois será parafusada no implante.
  • Feito isso, o dentista faz a moldagem dos implantes na boca do paciente e os encaminha para o laboratório, para que seja feita a confecção das próteses definitivas que serão finalmente instaladas sobre implantes.

Um paciente que usa próteses sobre implantes pode realizar suas atividades diárias sem preocupações adicionais extraordinárias com os seus dentes. Mas, assim como no caso dos dentes naturais, implantes também precisam ser higienizados após todas as refeições, sendo que no caso das próteses totais usa-se também a escova interdental para garantir uma higienização mais completa e eficiente.

Como todas as pessoas, o paciente com prótese total deve visitar o dentista semestralmente, mesmo que não haja nenhuma intercorrência ou não sinta nenhum desconforto. Afinal, a saúde bucal passa sempre por uma atitude preventiva, sob o olhar atento do seu dentista de confiança.