Cuidados logo após tratamentos

consultorio-1Muitos pacientes aproveitam as vésperas de períodos de férias ou feriadões como o do carnaval, que vem aí, para realizar procedimentos dentários e, assim, poderem usar os dias subsequentes para a devida recuperação. Essa é uma boa ideia, quando a pessoa tem uma rotina atribulada e, por isso, vive adiando a realização de tratamentos.

Hoje, com o avanço das técnicas, os procedimentos estão cada vez mais simples, rápidos e de recuperação tranquila. Mesmo assim, não devemos nos esquecer de que a boca é uma área altamente vascularizada e sujeita a infecções quando os devidos cuidados não são observados.

Extrações, implantes e cirurgias periodontais, por exemplo, são procedimentos relativamente simples, mas que exigem do paciente alguns cuidados assim que são realizados. Em casa, contando com alguns dias de folga, muitas vezes é mais fácil para esses indivíduos se manterem em repouso, evitar uma alimentação inadequada e realizar a higienização correta, por exemplo.

Abaixo, listamos as principais recomendações após a realização de procedimentos odontológicos cirúrgicos:

– EVITAR ATIVIDADE FÍSICA: essa recomendação geralmente abrange um período médio de uma semana após a realização de alguns procedimentos,  pois, com os exercícios, a circulação sanguínea tende a se intensificar e isso pode acentuar o sangramento nos locais que estão em cicatrização.

– HIGIENIZAÇÃO: as orientações quanto à forma de higienizar poderão variar de acordo com cada procedimento realizado, mas é importantíssimo que o paciente NÃO deixe de realizar a higienização  da área cirúrgica e da boca como um todo, evitando a proliferação de bactérias, que podem levar a infecções no local.

Geralmente são recomendados bochechos com diglucontato de clorexidina a 0,12%, além de limpar a região com cotonete embebido nessa solução. Nos casos de enxerto gengival para recobrimento de raiz, é aconselhável que após a cicatrização o dente envolvido nessa cirurgia seja escovado com escova de cerdas bem macias, próprias para ocasiões pós-cirúrgicas.

– ALIMENTAÇÃO: após determinados procedimentos odontológicos, para evitar traumas e esforços nas regiões que estão em cicatrização, é recomendada uma dieta semi-liquída ou pastosa, de morna a fria.

– ABSTENÇÃO DE FUMO E ÁLCOOL: o cigarro e o álcool são inimigos dos processos de cicatrização. O ato mecânico de fumar é, em si, prejudicial tanto pelo movimento de sucção quanto pela presença da fumaça quente junto aos tecidos bucais em cicatrização. O cigarro também contem nicotina, que causa vasoconstrição nos vasos sanguíneos, prejudicando a vascularização, podendo comprometer a cicatrização. Já o álcool pode interferir na eficácia dos medicamentos anti-inflamatórios ou antibióticos prescritos pelo dentista.

– MEDICAÇÃO: em muitos casos, como nas cirurgias de implante, por exemplo, o paciente precisa iniciar com os medicamentos antes da realização do procedimento (cerca de uma hora antes), sendo essa uma medida profilática contra infecções. É FUNDAMENTAL que o paciente observe a prescrição das medicações recomendadas  pelo dentista e que siga à risca a sua administração antes e/ou depois do tratamento.

Seguindo todas as orientações prescritas pelo dentista, a recuperação dos procedimentos odontológicos é geralmente bastante tranquila e rápida.